Receba notícias, dicas e materiais para ter uma
rádio online ou web tv de sucesso!

 
 

Rádio Online: Saiba como criar uma voltada para o jornalismo

Rádio Online: Saiba como criar uma voltada para o jornalismo

Em vez de ler, que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo:

Insira aqui seu e-mail para ouvir os posts da KSHOST.

Chegando ao país em 1922, e passando a operar no ano seguinte, o rádio se tornou parte do cotidiano brasileiro. Do mitológico rádio portátil colado ao ouvido para ouvir partidas de futebol ao companheiro de trânsito, ele ainda mantém sua presença. Com a internet, em lugar de sofrer uma morte prevista desde o surgimento da TV, ele encontrou nova expressão. Simplesmente porque na web é possível fazer transmissões em tempo real por meio dos serviços de streaming. Este artigo é especial para os interessados em iniciar uma rádio online. A seguir saiba como criar uma voltada para o jornalismo.


São dicas para ajudar radialistas independentes a se beneficiarem da democratização proporcionada pelas novas tecnologias. É algo relativamente simples de se fazer e de quebra apresenta duas grandes vantagens. A primeira é que não depende de concessões como no caso do sinal tradicional. A segunda, é que uma boa divulgação pode tornar o seu alcance muito maior do que seria em AM/FM. Tenha em vista também que através das redes sociais e portais noticiosos há fácil acesso às fontes de informação qualificadas.


É possível assim se inscrever na longa tradição que o veículo tem de agilidade e credibilidade. Isso significa que falamos do caminho para fazer radiojornalismo profissional e fugindo do maior perigo da rede: as Fake News. Um dado interessante neste sentido é que o acesso às notícias é a quarta atividade mais frequente do brasileiro online. O hábito perde apenas para troca de e-mails, acesso às redes sociais e a utilização de internet banking. É o que nos informa pesquisa realizada pela Computer World em 2017. Interessado na ideia aqui tratada, mas inexperiente no assunto? Não se preocupe, introduzimos o conceito de web rádio a seguir.


O que é e como funciona uma rádio online


Antes de começar é importante esclarecer um ponto: a rádio online não é mera substituta dos serviços analógicos. Ela deve ser entendida como alternativa ou desdobramento destes. Ainda que seja necessário admitir que as linguagens são muito próximas. Para nós interessa, sobretudo, a diferença central com relação à radiodifusão tradicional: o modo de transmissão. Em lugar de ondas eletromagnéticas transmitidas pelo ar usa-se a digitalização de dados. No primeiro caso, há uma limitação geográfica para o alcance da transmissão. No segundo, é possível atingir uma audiência em escala global.


Devido a este modo de difusão não é necessário outorga da Anatel, como acontece nas rádios tradicionais. A razão simplificada para as concessões é que o espaço por onde são transmitidas as ondas não é infinito. Além disso, ele pertence ao país e por isso é necessária uma agência que regulamente e controle o seu uso. A internet, por outro lado, utiliza outros canais de difusão, com altíssima capacidade para transferência de dados digitais. Incluindo-se aí o som. Dentre os benefícios está a garantia de uma melhor qualidade no áudio transmitido.


Para que se possa acessar o serviço através de streaming, as rádios utilizam servidores. Estes têm a capacidade de propagar conteúdo ao vivo ou gravado e há, inclusive, emissoras tradicionais que também investem na tecnologia de distribuição digital para aumentar o seu alcance. Afinal, qualquer um com uma conexão de internet pode “sintonizar” uma estação online. Para os radialistas independentes, há ainda o grande benefício da divulgação - atividade que pode ser feita em sites e páginas de redes sociais.


Como criar uma rádio online voltada para o jornalismo


Em primeiro lugar é preciso definir quem será o seu público-alvo. Qual é a extensão da audiência? Local? Nacional? Internacional? O conteúdo deverá se adequar ao perfil do ouvinte que você procura atingir. Na maioria dos casos as informações locais são as mais fáceis de se trabalhar. Contudo, devido ao encurtamento de distâncias proporcionado pela rede mundial de computadores, tratar de assuntos nacionais é perfeitamente cabível. O importante, reiteramos, é equilibrar o conteúdo de forma a oferecer aquilo que mais interessa para os ouvintes.


Além de apresentar novidades e abordagens diferenciadas sobre assuntos que já estouraram nas mídias tradicionais e na internet, tenha atenção à forma. O texto radiofônico segue as regras gerais do jornalismo. Portanto, deve ser curto e objetivo, priorizando o que chamamos de pirâmide invertida. Nesta técnica de produção textual primeiro são apresentadas as informações mais relevantes, depois os detalhes complementares e de contextualização. Desta forma as suas notas precisam informar de cara os seguintes dados:


• O que aconteceu?


• Com quem aconteceu?


• Quando aconteceu?


• Aonde aconteceu?


• Como aconteceu?


• Por que aconteceu?


De igual importância são os artifícios característicos da linguagem radiofônica. Por exemplo: você sabia que a redundância informa? Muitas pessoas podem pegar a transmissão pela metade. Logo, torna-se prática comum repetir as informações principais de uma nota antes de encerrá-la. Ao dar uma notícia não deve ser esquecido também o valor descritivo da informação. Pois na falta de imagens, cabe ao radialista fornecer material que ajude o ouvinte a imaginar o acontecido. Por fim, usar linguagem simples e checar com cuidado as informações divulgadas. Recorrer a fontes confiáveis e fazer apurações é indissociável do bom jornalismo. E não se esqueça de que é fundamental boa dicção e um ritmo adequado para o entendimento do ouvinte.

Gostando do artigo?
Coloque o seu e-mail abaixo para receber gratuitamente as atualizações do nosso blog.

 


Equipamentos necessários


É claro que nada do que foi descrito até aqui tem serventia se você deixar de investir em equipamentos. Felizmente uma rádio online não precisa de aparatos de alto custo, como receptores e antenas. Para começar basta possuir um computador que rode bem e sem travar. Isto porque para fins de transmissão de áudio não são necessárias maquinas potentes e de configuração profissional. Será a partir deste PC que a sua rádio funcionará conectando-se à internet. Softwares e sistemas online ajudarão na transmissão.


O segundo item fundamental para iniciar as suas atividades é o microfone. É recomendável investir em uma boa combinação deste objeto com fones de ouvido para melhor captação de áudio e conforto. Para iniciantes e orçamentos mais apertados pode ser utilizado um headset, produto que combina as duas ferramentas. O microfone tomado separadamente costuma ser classificado em dois tipos: direcional e omnidirecional.


O primeiro capta em uma direção específica, sendo menos influenciado por sons ambientes. Funciona bem onde há duas pessoas gravando juntas, ou em mesas redondas, pois não há vazamento de vozes entre microfones. Já o segundo tipo possui uma captação que funciona em todas as direções. São mais utilizados em cinema e televisão. Lembrando que microfones de lapela são do tipo ominidirecional, mas têm parte do áudio “bloqueado” pela roupa onde são presos.


Serviços de streaming


Atendendo a todos os quesitos já explorados neste texto é hora de procurar por um serviço de streaming. Os recursos oferecidos nestas ferramentas não são apenas variados, como também podem se adequar à sua necessidade particular. Assim você estará finalmente preparado para começar com a sua rádio noticiosa na internet.

    Compartilhe esse artigo

Deixe seu comentário