Receba notícias, dicas e materiais para ter uma
rádio online ou web tv de sucesso!

 
 

8 motivos que vão te convencer a ouvir rádio

8 motivos que vão te convencer a ouvir rádio

Em vez de ler, que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo:

Insira aqui seu e-mail para ouvir os posts da KSHOST.

Se você faz parte das gerações mais novas, certamente não chegou a desenvolver o hábito de ouvir rádio diariamente. No entanto, caso você já não seja mais tão novinho assim, com certeza o rádio fez e continua fazendo parte dos seus dias. Isso porque esse meio é um dos preferidos dos brasileiros. Sim, isso mesmo que você acabou de ler, ainda nos dias de hoje os brasileiros continuam a ouvir (e muito) rádio.

Se você não sabe ao certo o que leva as pessoas, no meio de tantos serviços de streaming, podcats, Internet, TV, entre outros, a ouvirem rádio, está no lugar certo. Hoje falaremos um pouco mais sobre os motivos que levam alguém a ouvir rádio. Ou melhor, nós daremos a você alguns motivos que com certeza lhe convencerão a começar a ouvir rádio agora mesmo. Preparado(a)? Vamos lá!

Segundo uma pesquisa realizada pelo Cantar Ibope Media, 90% das pessoas residentes nas principais regiões metropolitanas do Brasil ouvem rádio diariamente. Essa porcentagem equivale a 52 milhões de brasileiros.  Ou seja, quando falamos do alcance que o rádio tem ainda nos dias de hoje, é preciso reforçar que não se trata de algo pequeno, mas sim grandioso. Agora vamos aos motivos.

1 -Rádio como um  meio democrático


Apesar de todos os avanços tecnológicos crescentes, ainda existem alguns lugares em que a TV e a Internet não conseguem chegar com qualidade de sinal. Basta que você pare e pense por alguns minutos sobre isso, certamente irá se lembrar daquele bairro mais afastado onde o sinal da internet é péssimo. Lembrou?

Pois bem, com o rádio isso simplesmente não acontece. Isso porque estamos falando do meio de comunicação mais rápido que existe atualmente. Basta lembrar das transmissões de jogos de futebol feitas ao vivo pelo rádio. Quem é sempre o primeiro a comemorar quando um gol é feito? A pessoa que está ouvindo rádio, é claro!

2 – Sinônimo de rapidez


Como já citamos no item anterior, o rádio é o meio de comunicação mais rápido que existe. Mas, isso não diz respeito apenas ao seu sinal que é o primeiro a chegar até às pessoas. Existe outro aspecto no qual o rádio também é sinônimo de rapidez: o de divulgação e captação de notícias.

Você já ouviu alguma notícia transmitida pelo rádio? Certamente sim. Nesses casos, o repórter está na rua apurando o fato e já pode mandar uma mensagem para o locutor para que ele repasse aos seus ouvintes o que foi apurado até o momento. Em outras situações o repórter mesmo pode entrar ao vivo na transmissão, repassando ao vivo o que apurou.

Não à toa, ainda segundo a pesquisa realizada pela Cantar Ibope Media, 35% dos ouvintes de rádio recorrem a esse meio quando necessitam de alguma informação de cunho urgente.

3 – Simplicidade é tudo


Se você já ouviu rádio, certamente sabe que não é necessária muita coisa para consumir esse meio. Se você não tem um aparelho em casa, basta ter um celular à mão. Muitas vezes, quando o celular possui um aplicativo de rádio, não se faz necessário sequer possuir conexão com a internet. Basta ter um fone de ouvido que funcionará como antena e pronto, você estará apto a ouvir rádio.

Além disso, com as crescentes evoluções da tecnologia, nos dias de hoje você ainda tem a possibilidade de interagir com o locutor através do envio de mensagens instantâneas. Você pode pedir para que ele repasse uma informação, pedir uma música, ou simplesmente dar um “oi”. Bacana, não?

4 – Praticidade


Você certamente já tentou ver TV enquanto faz alguma coisa, o que não deve ter dado muito certo. Isso porque a TV exige que você mantenha atenção plena no que está sendo exibido para que consiga entender. Já com o rádio não é assim que as coisas funcionam.

Basta que você sintonize sua estação favorita e continue fazendo as coisas do dia a dia. Você pode limpar a casa, lavar o carro, trabalhar, cuidar das crianças, brincar com o cachorro, tudo isso ouvindo suas músicas preferidas e ainda ficando informado. Tudo através do rádio.

5 – Identificação


O público que assiste a TV, por exemplo, é muito amplo. Basta que você pense nos programas que são transmitidos para o país inteiro no mesmo momento, o que não permite uma segmentação de conteúdo. Já no rádio existe a identificação do locutor com o ouvinte, tanto através do que está sendo transmitido quanto pelos próprios programas da emissora. 

A segmentação do público que ouve rádio acaba por fortalecer ainda mais o impacto que esse meio tem entre as pessoas. Na casa da sua avó, por exemplo, deve ser bastante comum que a primeira coisa que ela faça pela manhã seja ligar o rádio na emissora local.  Isso é identificação!

6 – Aproxima o ouvinte do rádio


A relação estabelecida entre o ouvinte com o rádio é muito próxima, quase como se ele fosse um membro da família. Isso porque os ouvintes gostam de participar da programação, sugerir músicas, ou só de ouvir o seu nome sendo pronunciado pelo locutor. 

Ainda de acordo com a pesquisa realizada pelo Cantar Ibope Media, 93% dos ouvintes de rádio escutam a mesma emissora todos os dias, variando apenas para mais uma ou duas.

7 – Fidelização


Como citamos no motivo anterior, 93% dos ouvintes de rádio escutam a mesma emissora todos os dias. O que isso significa? Que o rádio consegue fidelizar seu público de forma eficiente. Diferente do que acontece na TV que só consegue fidelizar um público a um único canal quando dispõe de poucas opções para serem assistidas.

Fidelidade essa que tende a baixar bastante quando se tem uma TV por assinatura, por exemplo. Com maior variedade de programação, a audiência tende a ser cada vez mais dispersa, o que, como podemos ver, não acontece no rádio.

8 – Diversão garantida


Não à toa, diversos programas de rádio são de cunho humorístico. Enquanto você lava a louça, por exemplo, pode dar boas gargalhadas com o programa que está ouvindo no rádio. Isso irá ajudar a diminuir o peso e o aborrecimento da tarefa.

E aí, nossos motivos conseguiram convencer você a começar a ouvir rádio?

--


É importante ressaltar que mesmo sendo uma rádio am ou fm, é preciso estar presente na internet. A KSHOST oferece tudo para uma emissora transmitir e ter interatividade com site e aplicativos.

    Compartilhe esse artigo

Deixe seu comentário